Elementos para uma diplomacia solidária: a crise haitiana e os desafios da ordem internacional contemporânea

  • Ricardo Seitenfus Universidade Federal de Santa Maria
Palavras-chave: diplomacia solidária, Haiti, relações internacionais contemporâneas

Resumo

Dois desafios maiores marcam as atuais relações internacionais. Por um lado, o indispensável reforço do sistema multilateral, que passa necessariamente pela sua reforma com vistas a torná-lo mais legítimo, refletindo assim as características da realidade internacional de hoje, muito distantes quando comparadas com as que se defrontaram os redatores da Carta das Nações Unidas em 1945. Por outro lado, é preciso que o sistema de solução de conflitos – que permanece sendo uma construção político-diplomática e portanto ajurídica – adquira a maior eficácia possível. Esta exigência é tanto mais importante para os Estados do Sul do planeta na medida em que os litígios bélicos que marcaram o mundo no pós-1945 penalizaram essencialmente os países em desenvolvimento – cenários das maiores atrocidades cometidas por múltiplas razões internas e internacionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ricardo Seitenfus, Universidade Federal de Santa Maria
Doutor em Relações Internacionais pelo Instituto de Altos Estudos Internacionais de Genebra, é Professor Titular da Universidade Federal de Santa Maria e Diretor da Faculdade de Direito de Santa Maria (FADISMA)
Publicado
25-03-2006
Como Citar
Seitenfus, R. (2006). Elementos para uma diplomacia solidária: a crise haitiana e os desafios da ordem internacional contemporânea. Carta Internacional, 1(1), 05-12. Recuperado de https://www.cartainternacional.abri.org.br/Carta/article/view/248
Seção
Artigos