Ameaças, complexos e paradoxos: as especificidades do regional na busca por segurança na América do Sul

  • Manuela Trindade Viana PUC-Rio
Palavras-chave: corrida armamentista, América do Sul, balança de ameaça, complexo regional de segurança, paradoxo de segurança

Resumo

Este artigo critica a caracterização da dinâmica observada recentemente na América do Sul como uma corrida armamentista. Tal esforço analítico é empreendido a partir de três abordagens teóricas: balança de ameaças; complexos regionais de segurança; e paradoxos da segurança. Discutidos nessa ordem, esses quadros teóricos compõem uma trajetória em direção à ampliação do espaço para pensar as especificidades do regional. O artigo conclui que, se considerados à parte dos processos sociais e políticos que informam o discurso político, os dados sobre as armas pouco nos auxiliam a compreender a multiplicidade de narrativas, ações e reações observadas na América do Sul. Por fim, o artigo argumenta que a abordagem do paradoxo de segurança é mais apropriada para pensar a diversidade de narrativas empregadas pelas elites políticas sul-americanas para a aquisição de armamentos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Manuela Trindade Viana, PUC-Rio
Instituto de Relações Internacionais (IRI) da PUC-Rio.

Referências

BONILLA, Adrián. Percepciones de la amenaza de seguridad nacional de los países andinos: regionalización del conflicto colombiano y narcotráfico. In: GÓMEZ, José María (org.). América Latina y el (des)orden global neoliberal. Buenos Aires: CLACSO, 2004.

______. Vulnerabilidad internacional y fragilidad doméstica: la crisis andina en perspectiva regional. In: Nueva Sociedad, No. 173, jun. 2001. Buenos Aires: Friedrich Ebert Stiftung, pp. 50-64.

BOOTH, Ken; Wheeler, Nicholas. The security dilemma: fear, cooperation and trust in world politics. Nova York: Palgrave, 2008.

BUZAN, Barry; WAEVER, Ole; WILDE, Jaap de. Security: a new framework for analysis. Boulder: Lynne Rienner, 1998.

BUZAN, Barry; HANSEN, Lene. The evolution of International Security Studies. Cambridge: Cambridge University, 2009.

BUZAN, Barry; WAEVER, Ole. Regions and powers: the structure of international security. Cambridge: Cambridge University, 2003.

HERZ, John. Idealist Internationalism and the Security Dilemma. In: World Politics, Vol. 2, No. 2, jan. 1950, pp. 157-80.

HERZ, Mônica. Construindo confiança na América Latina. In: CEPIK, Marco (ed.). Segurança internacional: práticas, tendências e conceitos. São Paulo: Hucitec, 2010, pp. 96-121.

HURRELL, Andrew. Security in Latin America. In: International Affairs, Vol. 74, No. 3, jul. 1998, pp. 529-46.

MEARSHEIMER, John J. The False Promise of International Institutions. In: International Security, Vol. 19, No. 3 (Winter, 1994-1995), pp. 5-49.

MORGENTHAU, Hans J. A política entre as nações. Brasília: UnB, 2003.

MULLINS, Martin. In the Shadow of the Generals: foreign policy making in Argentina, Brazil and Chile. Hampshire: Ashgate, 2006.

ROJAS, Diana Marcela. Estados Unidos y la guerra en Colombia. In: SANÍN, Francisco Gutiérrez; WILLS, María Emma; GÓMEZ, Gonzalo Sánchez (coords.), Nuestra guerra sin nombre: transformaciones del conflicto en Colombia. Bogotá: Norma, 2006a pp. 37-69.

SHIFTER, Michael. Hugo Chávez: a test for US Policy. Washington DC: Inter-American Dialogue, mar. 2007. Disponível em: <http://www.thedialogue.org/PublicationFiles/Hugo%20Ch%C3%A1vez%20-%20A%20Test%20for%20U.S.%20Policy%20(pdf).pdf>. Acesso em: 19 mai. 2012.

SULLIVAN, Mark P. Venezuela: political conditions and US Policy. Washington DC: Congressional Research Service, Foreign Affairs, Defense and Trade Division, 01 ago. 2008. Disponível em: <http://fpc.state.gov/documents/organization/109526.pdf>. Acesso em: 19 mai. 2012.

VIANA, Manuela Trindade. A dimensão internacional do conflito armado colombiano: a internacionalização dos processos de paz segundo as agendas hemisférica e global. São Paulo: Hucitec, a ser publicado em 2012.

VILAS, Carlos M. Is there any room for Latin America in US foreign policy? In: Journal of Developing Societies, Vol. 21, No. 3-4, dez. 2005, pp. 389-402.

VILLA, Rafael Duarte. EUA-América do Sul: dinâmicas do complexo de segurança regional. In: CEPIK, Marco (ed.). Segurança internacional: práticas, tendências e conceitos. São Paulo, Hucitec, 2010, pp. 23-59.

______. Corrida armamentista ou modernização de armamentos na América do Sul: estudo comparativo dos gastos militares. In: Estudos e Cenários OPSA. Rio de Janeiro: IUPERJ, dez. 2008. Disponível em: <http://www.opsa.com.br/images/pdf/estudos/8_estudosecenarios_2008-12%20-%20Estudos_Villa.pdf>. Acesso em: 19 mai. 2012.

WALT, Stephen M. Taming American Power: the global response to US primacy. Nova York: W. W. Norton, 2005.

WENDT, Alexander. Social Theory of International Politics. Cambridge: Cambridge University, 2010.

Publicado
15-08-2015
Como Citar
Viana, M. T. (2015). Ameaças, complexos e paradoxos: as especificidades do regional na busca por segurança na América do Sul. Carta Internacional, 10(2), 24-40. https://doi.org/10.21530/ci.v10n2.2015.270
Seção
Artigos