O Brasil na Ação Coletiva Sul-Sul para o Desenvolvimento Social

  • Lígia Mori Madeira Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Aline Hellmann Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Klei Medeiros Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Resumo

O objetivo do artigo é explicar a cooperação do Brasil com países do eixo Sul-Sul em prol do desenvolvimentosocial. A primeira parte do estudo enfatiza a rationale estratégica da cooperação internacional brasileira,situando-a sob a ótica das teorias da ação coletiva global (Jervis, 1978; Hardin, 1982; Moe, 1988; Sandler,2004). A segunda parte do artigo apresenta dados quantitativos sobre as atividades de cooperaçãointernacional desenvolvidas pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS),acompanhada de uma análise qualitativa de entrevistas realizadas com gestores do ministério. A pesquisarealizada permite corroborar a ideia de que o Brasil exerce um papel relevante e inovador na ação coletivaSul-Sul para o desenvolvimento social, motivado não apenas pela obtenção de ganhos coletivos absolutos,mas também pela possibilidade de obtenção de ganhos políticos relativos, notadamente uma maiorinfluência sistêmica, acesso a novos mercados e estabilidade na América do Sul e na África Subsaariana.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
20-12-2011
Como Citar
Madeira, L. M., Hellmann, A., & Medeiros, K. (2011). O Brasil na Ação Coletiva Sul-Sul para o Desenvolvimento Social. Carta Internacional, 6(2), 16-30. Recuperado de https://www.cartainternacional.abri.org.br/Carta/article/view/36
Seção
Artigos