A revitalização da indústria de defesa brasileira: uma contribuição ao processo decisório

  • Renato Dagnino Associação Brasileira de Relações Internacionais (ABRI)

Resumo

Em setembro de 2003, cumprindo um de seus compromissos de campanha e atendendo a uma antiga reivindicação dos militares, o governo recém eleito resolveu tratar a questão da ampliação do orçamento das Forças Armadas. Ao contrário da prática até então vigente, isso foi feito no contexto dos vários temas a ela relacionados e no marco de um Ciclo de Debates que se prolongou até junho de 2004.Entre esses temas, estava o do reaparelhamento das Forças Armadas e o do atendimento de uma outra reivindicação de militares e empresários: a revitalização da indústria de defesa. Embora não tenha havido consenso a respeito da conveniência em levá-la a cabo, a aceitação de que uma maior profissionalização das Forças Armadas1 seria facilitada através de um reaparelhamento viabilizado pela produção local de material de defesa sugeria que o início do processo de revitalização era iminente.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
13-02-2008
Como Citar
Dagnino, R. (2008). A revitalização da indústria de defesa brasileira: uma contribuição ao processo decisório. Carta Internacional, 3(2), 45-57. Recuperado de https://www.cartainternacional.abri.org.br/Carta/article/view/439
Seção
Artigos