As ambiguidades da responsabilidade de proteger: o caso da Líbia

  • José Manuel Pureza Universidade de Coimbra

Resumo

A intervenção da OTAN na Líbia invocou como fundamentação a urgência da proteção de civis. Nestetexto, avalio essa intervenção à luz dos conteúdos adquiridos pelo conceito de responsabilidade deproteger enquanto expressão mais completa da convergência entre as agendas da paz liberal e do “novohumanitarismo”.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Manuel Pureza, Universidade de Coimbra
Professor de Relações Internacionais na Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra
Publicado
20-06-2012
Como Citar
Pureza, J. M. (2012). As ambiguidades da responsabilidade de proteger: o caso da Líbia. Carta Internacional, 7(1), 3-19. Recuperado de https://www.cartainternacional.abri.org.br/Carta/article/view/46
Seção
Artigos