A nova face das Políticas de Desenvolvimento do Banco Mundial: do Ajuste Estrutural para a Boa Governança

  • Fernanda Cimini Salles Departamento de Economia, Universidade Federal de Minas Gerais
Palavras-chave: Cooperação Internacional, Desenvolvimento, Operações de Crédito, Reforma do Estado, Banco Mundial

Resumo

O artigo propõe discutir a mudança de estratégia do Banco Mundial (BIRD) para a assistência aos países em desenvolvimento. Especificamente, pretende-se saber se, de fato, houve uma evolução cognitiva daquilo que o banco entende por "desenvolvimento" e, por consequência, das práticas adotadas para esse objetivo. O foco da análise incidirá na comparação de dois tipos de marco lógico que orientam as operações para a reforma do estado; a saber, o ajuste estrutural, amplamente utilizado nos anos 80 e 90, e os projetos baseados em resultados, que constituem a inovação do Banco para o apoio à Boa Governança.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ADLER, Emanuel. O construtivismo no estudo das relações internacionais. In : Lua Nova Revista de Cultura Política. São Paulo: Cedec, 1999, Nº 47.

BACHA, Edmar e MENDONZA, Miguel. Recessão ou crescimento: o FMI e o Banco Mundial na América Latina. Rio de Janeiro, Editora Paz e Terra, 1986

CASTRO, Luiza Carnicero. O Desenvolvimento guiado por um elemento estrangeiro: As relações entre o Banco Mundial e os países subdesenvolvidos. Dissertação de Mestrado, Universidade Estadual de Campinas, 2004.

CHHIBBER, Ajay. The State in a changing world, World Bank, setember, 1997

DEGNBOL-MARTINUSSEN , John e ENGBERG-PEDERSEN, Poul. Aid – Understanding Development Cooperation. London: Zed Books, 2005.

GIDDENS, Anthony. A constituição da sociedade. São Paulo: Martins Fontes, 1989. Tradução: Álvaro Cabral.

KRAUSE, Philipp. From Epistemic Change to Action: The Case of State Reform at the World Bank Paper presented at the annual meeting of the International Studies Association, Le Centre Sheraton Hotel, Montreal, Quebec, Canada, Mar 17, 2004

LICHTENSZTEYN, Samuel e BAER Monica. Fundo Monetário Internacional e Banco Mundial: Estratégias e Políticas do Poder Financeiro. São Paulo: editora brasiliense, 1987.

MOLINA, Carlos Geraldo. Modelo de formación de politicas y programas sociales. Washington, DC: BID: INDES, 2002

MOSLEY, Paul and EECKHOUT, Marion. “From Project Aid to Programme Assistance”. In: TARP, Finn (ed). Foreing aid and Development – Lessons Learnt and Directions for the future. Londom: Routledge, 2000.

ONUF, Nicholas. World of Our Making: Rules and rule in Social Theory and International Relations. Columbia: University of South Carolina Press, 1989b.

PRÄSIDENTEN, Beim and PROJEKT, Emeriti. Defining Good Governance — The Conceptual Competition is On. In: Udo E. Simonis (Ed.) Wissenschaftszentrum Berlin für Sozialforschung (WZB), Juni, 2004

WORLD BANK, Reforming Public Institutions and Strengthening Governance. Public Sector Group, 2000.

WORLD BANK, Good Practice Note for Development Policy Lending: Development Policy Operations and Program Conditionality in Fragile States. June, 2005.

Publicado
31-08-2016
Como Citar
Salles, F. C. (2016). A nova face das Políticas de Desenvolvimento do Banco Mundial: do Ajuste Estrutural para a Boa Governança. Carta Internacional, 11(2), 99 - 125. https://doi.org/10.21530/ci.v11n2.2016.478
Seção
Artigos