O papel de supervisor do fundo monetário internacional e a crise financeira do subprime

  • Marcelo Pereira Fernandes Departamentode Ciências Econômicas da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro e Conselheiro do Conselho Regional de Economia do Rio deJaneiro (Corecon/RJ).

Resumo

O objetivo deste artigo é analisar o processo de supervisão do FMI e o seu desempenho durante a crisedo subprime. O artigo mostra que o FMI esteve muito aquém de cumprir sua tarefa de supervisor: não foicapaz de alertar sobre os problemas no mercado imobiliário dos Estados Unidos, nem de prever os riscosà economia mundial. Além disso, quando a crise já estava instalada, o FMI teve um papel secundário emrelação às políticas de combate à crise.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcelo Pereira Fernandes, Departamentode Ciências Econômicas da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro e Conselheiro do Conselho Regional de Economia do Rio deJaneiro (Corecon/RJ).
Economista com doutorado pela Universidade Federal Fluminense (UFF/RJ). Atualmente é professor adjunto do Departamentode Ciências Econômicas da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro e Conselheiro do Conselho Regional de Economia do Rio deJaneiro (Corecon/RJ).
Publicado
20-06-2012
Como Citar
Fernandes, M. P. (2012). O papel de supervisor do fundo monetário internacional e a crise financeira do subprime. Carta Internacional, 7(1), 87-101. Recuperado de https://www.cartainternacional.abri.org.br/Carta/article/view/52
Seção
Artigos