A Direita Cristã e a política externa norteamericana: a construção discursiva da aliança entre Estados Unidos e Israel com base na ideologia evangélico-protestante

  • Erica Simone Almeida Resende Associação Brasileira de Relações Internacionais (ABRI)

Resumo

Contrariando a expectativa de perda de infl uência com o avanço da odernidade, a religião tem se mostrado cada vez importante no entendimento de diversas questões atuais das relações internacionais. Dentre elas, destacamos a recentecontrovérsia sobre a infl uência do lobby de Israel na política externa norte-americana na manutenção do apoio quase irrestrito dos Estados Unidos a Israel. O objetivo deste artigo é oferecer uma explicação alternativa sobre a popularidade dessa aliança, que atribuímos mais à forma como o debate público é moldado pela Direita Cristã norte-americana do que a infl uência do lobby junto aos formuladores de política externa. Nosso objetivo é problematizar a relação entre religião, discurso e formulação de política externa, apontando como signifi cados e representações particulares da ideologia evangélico-protestante constroem, racionalizam e legitimam discursivamente o apoio à aliança entre os Estados Unidos e Israel no debate público.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
13-09-2016
Como Citar
Resende, E. S. A. (2016). A Direita Cristã e a política externa norteamericana: a construção discursiva da aliança entre Estados Unidos e Israel com base na ideologia evangélico-protestante. Carta Internacional, 5(1), 3-20. Recuperado de https://www.cartainternacional.abri.org.br/Carta/article/view/526
Seção
Artigos