Os anos Uribe na Colômbia: Segurança interna e aliança estratégica com EUA na construção do Estado-nação

  • Rafael Duarte Villa Associação Brasileira de Relações Internacionais (ABRI)
  • Manuela Trindade Viana

Resumo

Álvaro Uribe representou um projeto conservador de reconstrução do Estado colombiano, cuja debilidade resulta da ação contínua de fatores desgastantes como a corrupção, o narcotráfico, a exclusão social e um conflito que já se estende por mais de quatro décadas no país. Os índices de aprovação de Uribe obtidos em seu primeiro mandato ilustram a percepção positiva da população colombiana com relação à disposição do presidente eleito em trabalhar com dedicação a fim de resolver os problemas do país, principalmente o problema da violência. Sua reeleição em 2006, por sua vez, simboliza o respaldo amplo da população às medidas de segurança empreendidas por Uribe, ainda que esta seja aplicada em detrimento do respeito às liberdades civis dos colombianos e dos direitos humanos. Mais do que isso, ambos os resultados eleitorais - 2002 e 2006, com maior ênfase em 2006 – significaram uma opção dos eleitores colombianos em aceitar as propostas de segurança apresentadas por Uribe às propostas relativas ao aprofundamento da democracia no país.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
13-09-2016
Como Citar
Villa, R. D., & Viana, M. T. (2016). Os anos Uribe na Colômbia: Segurança interna e aliança estratégica com EUA na construção do Estado-nação. Carta Internacional, 5(2), 56-73. Recuperado de https://www.cartainternacional.abri.org.br/Carta/article/view/549
Seção
Artigos