As Relações China-ASEAN e a construção da liderança sub-regional chinesa: economia e diplomacia (1997-2010)

  • Danielly Ramos Becard Universidade de Brasília
  • Aline Contti Castro Universidade Federal da Paraíba / Universidade de Brasília

Resumo

O artigo tem como tema as relações entre a China e a Associação das Nações do Sudeste Asiático (ASEAN) entre 1997 e 2010. Em especial, analisa a atuação estratégica chinesa perante a ASEAN e as respostas de tal grupo nas áreas econômica e diplomática. Concluiu-se, ao final do artigo, que a China estabeleceu uma estratégia de liderança sub-regional pragmática por meio da atuação efetiva em momentos de crise e do estreitamento de laços de interdependência econômica assimétrica, assim como da utilização de recursos de soft power. Tal atuação foi considerada bem sucedida tendo em vista que os países da ASEAN colaboraram com as iniciativas de Pequim, contribuindo para o processo de empoderamento consensual chinês.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Danielly Ramos Becard, Universidade de Brasília
Doutora em Relações Internacionais pelo Instituto de Relações Internacionais da Universidade de Brasília (IRel-UnB). É professora adjunta no Instituto de Relações Internacionais.
Aline Contti Castro, Universidade Federal da Paraíba / Universidade de Brasília
Professora do Departamento de Relações Internacionais da UFPB (Universidade Federal da Paraíba).Doutoranda em Relações Internacionais na Universidade de Brasília (UnB).Áreas de interesse: Integração Regional e Políticas Públicas.Tem experiência profissional como Professora e Coordenadora do Ensino Superior, em Assessoria Internacional e como Pesquisadora vinculada ao IPEA.
Publicado
05-06-2013
Como Citar
Becard, D. R., & Castro, A. C. (2013). As Relações China-ASEAN e a construção da liderança sub-regional chinesa: economia e diplomacia (1997-2010). Carta Internacional, 8(1), 22-47. Recuperado de https://www.cartainternacional.abri.org.br/Carta/article/view/68
Seção
Artigos