Governança Global da Internet: Um mapa da Economia Política Internacional em torno dos identificadores alfanuméricos da rede

  • Diego Rafael Canabarro Centro de Estudos Internacionais sobre Governo pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Alexandre Arns Gonzales Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Palavras-chave: Capitalismo, Internet, Governança, Relações Internacionais.

Resumo

Este artigo objetiva analisar a formação do regime internacional privado em torno da “raiz” do Sistema de Nomes de Domínio (DNS) da Internet. O problema que orienta este texto é: qual a relação da constituição desse regime e a emergência de novos mecanismos de governança global? Este artigo objetiva detalhar de forma sintética tal evolução, pontuando a forma pela qual os diferentes arranjos de governança do DNS relacionam-se com a economia política internacional em uma perspectiva mais ampla. Para isso, o texto divide-se em três seções. A primeira seção apresenta e explica o DNS, em sua dimensão técnica e política. A segunda seção empreende uma retrospectiva da governança da Internet até o presente momento. Sintetiza-se essa retrospectiva pela lente interpretativa de uma análise sistêmica de longa duração. Na terceira seção, explica-se de que forma os desdobramentos da transição da autoridade sobre o DNS podem relacionar-se com a conformação de transformações na governança global e aponta-se para os caminhos pretendidos para o aprofundamento do tema. Ao fim, o trabalho procura apontar os aspectos práticos e teóricos que merecem ser considerados na agenda de ensino e pesquisa do campo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Diego Rafael Canabarro, Centro de Estudos Internacionais sobre Governo pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Doutor em Ciência Política pela UFRGS. Pesquisador Centro de Estudos Internacionais sobre Governo (CEGOV) na mesma universidade. Atualmente, trabalha no NIC.br, na equipe de assessoria do Comitê Gestor da Internet no Brasil/CGI.br. Lattes <http://lattes.cnpq.br/4980585945314597 >
Alexandre Arns Gonzales, Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Doutorando pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência Política no Instituto de Ciências Políticas  (IPOL) da Universidade de Brasília (UnB). Pesquisa e se interessa pela economia política da internet, relações internacionais e democracia. Mestrado pelo Programa de Pós-Graduação de Ciência Política da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), da linha de pesquisa Instituições e Análise Política. Dissertação de mestrado, entitulada de "Quem governa a governança da internet? Análise do papel da internet nos rumos do sistema-mundo" visou compreender quais os atores envolvidos na governança global da internet, seus interesses, as relações de poder entre eles e seus desdobramentos sobre o desenvolvimento e autonomia nas relações internacionais de países como o Brasil. Bacharel no curso de Relações Internacionais pela Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA), campus Sant'Ana do Livramento, foi bolsista voluntário do Observatório de Política Exeterior Uruguaia (OPEU) de 2012 a 2013 e do Instituto Sul-Americano de Política e Estratégia (ISAPE) de agosto de 2012 a agosto de 2013. O trabalho de conclusão do curso de graduação foi sobre paradiplomacia praticado pelas unidades sobnacionais brasileiras, intitulado “Sant'Ana do Livramento e Rivera: de cenário para promotores da integração sul-americana?”

Referências

ARRIGHI, Giovanni; SILVER, Beverly. Caos e Governabilidade no Moderno Sistema Mundial. Editora UFRJ. 2001;

ARRIGHI, Giovanni. O longo século XX: dinheiro, poder e as origens do nosso tempo. Rio de Janeiro: Contraponto, 2009;

POWERS, Shawn; & JABLONSKI, Michael. 2015. The Real Cyber War: The Political Economy of Internet Freedom. Kindle Edition University of Illinois Press. Chicago.

SILVER, Beverly; ARRIGHI, Giovanni. O fim do longo século XX. In: VIEIRA, Pedro A. (org. Et al.). O Brasil e o Capitalismo Histórico: Passado e Presente na Análise dos Sistemas-Mundo. São Paulo, SP: Editora Cultura Acadêmica. 2012. pp.77-96

BRAUDEL, Fernand. 1987. A dinâmica do capitalismo [The dynamic of capitalism]. Editora Rocco. Rio de Janeiro;

CANABARRO, Diego R. O longo 2014 da governança da Internet - um balanço do 9º IGF. poliTICS, nº 19. Instituto Nupef. Rio de Janeiro.

COX, Robert W. 1981 Social Forces, States and World Orders: Beyond International Relations Theory. Millenium: Journal of International Relations. Vol 10. 204-254

DOURADO, Eli. Behind closed doors at the UN’s attempted “takeover the Internet”. Arstechnica. Laaw & Disorder. 12/20/2012. Disponível em: < https://arstechnica.com/tech-policy/2012/12/behind-closed-doors-at-the-uns-attempted-takeover-of-the-Internet/2/ > Acessado em: 11 jun 2017

HARVEY, David. El nuevo imperialismo. Edição Akal. Madrid, Espanha. 2004. Disponível em: < http://libgen.io/get_new.php?md5=BAE7C0707681ABD0C6CC877FAB2C1D78 > Acessado em 01 out. 2015.

KLENSIN, J. Role of the Domain Name System (DNS). RFC 3467. Informational. February 2003. Disponível em: < https://docs.google.com/document/d/15HDhoUwM-FlXeItQ4_eViw4aITgtrdcWHr24VqBhpnM/edit > Acessado em: 12 jun 2017;

KLEINWÄTCHER, Wolfgang. Internet Governance Outlook 2015: Two Processes, Many Venues, Four Baskets. Circle ID. Blog. 03 de Janeiro de 2015, 10:25. Disponível em: < http://www.circleid.com/posts/20150103_internet_governance_outlook_2015_2_processes_many_venues_4_baskets/ > Acessado 26 nov. 2017

KLEINWÄCHTER, W. The History of Internet Governance. In: OSCE. Governing the Internet: Freedom and Regulation in the OSCE Region Vienna, Austria, OSCE, 2007, pp. 41- 64. Disponível em: < http://www.osce.org/fom/26169 >. Acesso em: 17 dez 2017.

KOVACS, Anja. [2013]. A third way? Proposal for a decentralised, multistakeholder global Internet governance model. Internet democracy project. [2013]. At https://internetdemocracy.in/reports/a-third-way-proposal-for-a-decentralised-democratic-internet-governance-involving-all-stakeholders/ accessed September 27, 2016

MALCOLM, Jeremy. 2015. Criteria of meaninful stakeholder inclusion in internet governance. Internet Policy Review – Journal on Internet regulation. Vol. 4, Issue 4. December 16.

MANYIKA, James; LUND, Susan; BUGHIN, Jacques; WOETZEL, Jonathan; STAMENOV, Kalin; DHINGRA, Dhruv. Digital Globalization: The New Era of Global Flows. McKinsey & Company, 2016.

Documentos, discursos e relatório

BRASIL. “Brasil vai sediar encontro mundial sobre governança da internet em 2014”. Portal Brasil. 09 outubro 2013b. Disponível em: < http://www.brasil.gov.br/governo/2013/10/brasil-vai-sediar-encontro-mundial-sobre-governanca-da-internet-em-2014 > Acessado em: 18 jun 2017;

BRASIL. “Discurso da Presidenta da República, Dilma Roussef, na abertura do Debate Geral da 68º Assembleia-Geral das Nações Unidas – Nova Iorque/EUA”. 2013a. Página Inicial>Discursos>Discursos da Presidenta. Disponível em: < http://www2.planalto.gov.br/acompanhe-o-planalto/discursos/discursos-da-presidenta/discurso-da-presidenta-da-republica-dilma-rousseff-na-abertura-do-debate-geral-da-68a-assembleia-geral-das-nacoes-unidas-nova-iorque-eua >

CHEHADÉ, Fadi. Newcomewe Welcome Section. ICANN53 – Buenos Aires. 21 de Junho de 2015. Liberator C. Buenos Aires. Disponível em: < https://icann.adobeconnect.com/p820ep382gc/?launcher=false&fcsContent=true&pbMode=normal > Acessado em: 27 Set. 2016;

GTGI. Report of the Working Group on Internet Governance. Châteu de Bossey. Junho de 2005. Disponível em < http://www.wgig.org/docs/WGIGREPORT.doc > Acessado em: 23 maio 2017;

ICANN. Montevideo Statement on the Future on Internet Cooperation. Announcements. 07 Oct 2013. Disponível em: < https://www.icann.org/news/announcement-2013-10-07-en > Acessado em: 18 jun 2017;

ITU. Tunis Agenda for the Information Society. WSIS-05/TUNIS/DOC/6(Rev. 1)-E. 18 November 2005. Tunis. Disponível em: < http://www.itu.int/net/wsis/docs2/tunis/off/6rev1.html > Acessado em: 18 jun 2017.

MAGAZINER, Ira. DUBLIN – Transition Perspectives: From an Internet Pioneer and the US Congress. ICANN54. Dublin, Ireland. October 18, 2015. Disponível em: < https://meetings.icann.org/en/dublin54/schedule/sun-transition-perspectives/transcript-transition-perspectives-18oct15-en.pdf > Acessado em: 20 jun 2017;

NAÇÕES UNIDAS. The right for privacy on the digital age. General Assembly. 1 November 2013. A/C.3/68/L.45. Disponível em: < http://www.un.org/ga/search/view_doc.asp?symbol=A/C.3/68/L.45 > Acessado em: 12 jun 2017

NIC.br. Documentos da Cúpula Mundial sobre a Sociedade da Informação: Genebra 2003 e Túnis 2005. São Paulo: Comitê Gestor da Internet no Brasil, 2014.

NTIA. NTIA Annouces Intent to Transition Key Internet Domains Name Functions. March 14, 2014. Dosponível em: < https://www.ntia.doc.gov/press-release/2014/ntia-announces-intent-transition-key-internet-domain-name-functions > Acessado em: 20 jun 2017

NTIA. US’s Principles on the Internet’s Domain Name and Addressing System. June 30, 2005. Disponível em: < https://www.ntia.doc.gov/other-publication/2005/us-principles-Internets-domain-name-and-addressing-system > Acessado em: 24 maio 2017.

UNMULTIMEDIA. Nações Unidas adotam resolução sobre privacidade na era digital. Notícia e Midia Rádio ONU. 25/11/2014. Disponível em: < http://www.unmultimedia.org/radio/portuguese/2014/11/nacoes-unidas-adotam-resolucao-sobre-privacidade-na-era-digital/#.WT6lQje1vQo > Acessado em 12 jun 2017

US SENATE. Senate and House Chairs Call for Administration to Reconsider ICANN Internet Transition, September 8, 2016. Press Release. Disponível em: < https://www.commerce.senate.gov/public/index.cfm/pressreleases?ID=E4B18487-419C-45D5-ACF1-2E41743801C2 > Acessado em: 16 Dez. 2016

Publicado
16-05-2018
Como Citar
Canabarro, D. R., & Gonzales, A. A. (2018). Governança Global da Internet: Um mapa da Economia Política Internacional em torno dos identificadores alfanuméricos da rede. Carta Internacional, 13(1). https://doi.org/10.21530/ci.v13n1.2018.748
Seção
Artigos