Rumo ao século chinês? A relação Estados Unidos-China pós 11/09

  • Javier Vadell PUC-Minas

Resumo

O artigo pretende analisar a crescente e complexa relação entre a República Popular da China (RPC), principalpotência emergente, e os Estados Unidos da América (EUA), especificamente, após os atentados terroristas de 11de setembro de 2001. O objetivo deste artigo é discutir e questionar os principais lineamentos do debate acadêmicoe político em torno da ascensão chinesa, uma realidade apresentada como cooperativa ou conflitiva de acordo àsdiferentes perspectivas teóricas e ideológicas. Desafios, benefícios, cooperação ou ameaça são os termos utilizadospara compreender o fenômeno da rápida ascensão da China na economia política global. Nosso trabalho foca narelação EUA-China como uma relação de cooperação e conflito Norte-Norte, na qual a RPC surge, na última década,como um novo ‘centro’ da economia internacional que, por meio de uma rede de poder global conecta outras regiõesdo planeta numa nova geografia do capitalismo global.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
20-12-2011
Como Citar
Vadell, J. (2011). Rumo ao século chinês? A relação Estados Unidos-China pós 11/09. Carta Internacional, 6(2), 97-111. Recuperado de https://www.cartainternacional.abri.org.br/Carta/article/view/41
Seção
Artigos