A guerra civil e seus determinantes quantitativos

  • Artur Zimerman Associação Brasileira de Relações Internacionais (ABRI)

Resumo

As guerras civis no mundo atual constituem-se no tipo de violência coletiva mais usual e que mais mata. No entanto, pesquisa-se pouco sobre o assunto em comparação com as guerras interestatais. Recentemente, a academia norte-americana e escandinava principalmente, tem trabalhado o tema das guerras civis a partir de uma abordagem quantitativa. Partindo deste foco, buscam-seos determinantes de tais guerras para que políticas públicas sejam criadas com o intuito de se evitar o derramamento de sangue nos conflitos civis. Países em que ocorre esse tipo de guerra geralmente são pobres, dependentes da extração de recursos primários, recém-independentes ou com conflitos recentes, com regimes políticos instáveis e não consolidados, localizados parcialmenteou totalmente em áreas montanhosas e com pouca heterogeneidade etno-lingüística e religiosa, dentre outras características. O artigo analisa tais variáveis em consenso e em discussão na literatura, para que o leitor seja informado do que pode levar um país a entrar na guerra civil em tempos modernos.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
12-09-2009
Como Citar
Zimerman, A. (2009). A guerra civil e seus determinantes quantitativos. Carta Internacional, 4(2), 3-16. Recuperado de https://www.cartainternacional.abri.org.br/Carta/article/view/516
Seção
Artigos