Manobra de crise e evacuação de não-combatentes

  • Sabrina Evangelista Medeiros Associação Brasileira de Relações Internacionais (ABRI)
  • Denise de Souza Soares

Resumo

Este artigo tem como foco a ampliação das discussões que tocam a complexidade da gestão de uma crise de amplo espectro e a necessidade de engajamento militar em uma situação de emergência, como no caso de uma operação de evacuação de não combatentes. Embora existam situações históricas de envolvimento de agências estatais de diversas funções com forças policiais e armadas em operações deste tipo, a literatura acadêmica tem pouca tradição em reunir os aspectos mais relevantes da gestão de crise, aqui qualificada como manobra de crise, àqueles de ordem operativa. Os resultados positivos de uma missão estratégica e tática dependem, pois, do entendimento razoável dos riscos, condicionantes, atores e processos em questão, que procuramos abordar neste artigo, como conseqüência do crescente interesse nesta temática no Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
12-09-2009
Como Citar
Medeiros, S. E., & Soares, D. de S. (2009). Manobra de crise e evacuação de não-combatentes. Carta Internacional, 4(2), 73-81. Recuperado de https://www.cartainternacional.abri.org.br/Carta/article/view/521
Seção
Artigos